Poesia enviada por Silvia

sexta-feira, 27 janeiro , 2012 postado por webmaster

Gratidão pela poesia e foto enviada por Silvia Sarpi após nosso  campo de meditação de janeiro de 2012.

Amor!

“se vivêssemos morrendo…
nossos laços seriam mais profundos
e ternos…
…eternos
se vivêssemos morrendo…
nossos planos seriam um esboço
e o desenho,
a surpresa.
se vivêssemos morrendo…
viveríamos!”
Silvia Sarpi

categorias Comum | No Comments »

Compartilhe!

Tirinha

quarta-feira, 25 janeiro , 2012 postado por webmaster

“ Tirinha” enviada por Marcelo Pacífico

Thanks Beloved

categorias Humor | No Comments »

Compartilhe!

Sobre o sannyas

sexta-feira, 20 janeiro , 2012 postado por webmaster

Não sou parte de nenhum movimento
O que eu estou fazendo é algo eterno
Vem acontecendo desde que o primeiro ser humano apareceu sobre a terra
E continuará até o último
Este não é um movimento, mas o próprio âmago da evolução do ser humano
A busca pela verdade não é nova e nem velha
A busca pelo seu próprio ser nada tem a ver com o tempo
Eu posso ir embora e o que estou fazendo continuará
Ninguém é fundador ou líder disso
Este é um fenômeno tão vasto…
Que muitos iluminados apareceram, ajudaram e desapareceram,
Mas a ajuda deles deixou a humanidade um pouco mais elevada
Mais humana e melhor
Eles deixaram o mundo um pouco mais belo do que quando o encontraram

Osho

categorias Osho | No Comments »

Compartilhe!

Campo de Meditação e 7 dias de dinâmica

quinta-feira, 12 janeiro , 2012 postado por webmaster

Campo de meditação 25/1/2012 e 7 dias de dinâmica em janeiro de 2012

categorias campo de meditação, e-mail | No Comments »

Compartilhe!

Não crie problemas…

quinta-feira, 12 janeiro , 2012 postado por webmaster

“Não crie problemas desnecessários para você. E o entendimento descerá sobre você se você observar como você torna um problema cada vez maior, como você o engendra, e como você ajuda a roda a girar cada vez mais rápido. Assim de repente, você está no topo da sua miséria e você está necessitando da simpatia do mundo inteiro.
O ego precisa de problemas. Se você compreender isso, na própria compreensão as montanhas viram montículos novamente, e então os montículos também desaparecem. Subitamente há vacuidade, pura vacuidade por toda parte. Isso é tudo o que a iluminação é – um profundo entendimento de que problemas não existem. Assim, sem nenhum problema para resolver, o que você vai fazer? Imediatamente você começa a viver. Você irá comer, irá dormir, irá amar, irá bater papo, irá cantar, irá dançar. O que tem mais para fazer? Você se tornou um deus, você começou a viver!

Se as pessoas pudessem dançar um pouco mais, cantar um pouco mais, serem um pouco mais malucas, a energia delas estaria fluindo mais, e os problemas delas irão desaparecer aos poucos. Daí eu insistir tanto na dança. Dance até o orgasmo; deixe que toda a energia se torne dança e subitamente, você verá que você não tem nenhuma cabeça. A energia presa na cabeça se move ao redor, criando belos padrões, pinturas, movimentos. E quando você dança chega um momento que o seu corpo não é mais uma coisa rígida, se torna flexível, fluido. Quando você dança chega um momento quando sua fronteira não está mais tão clara; você se funde e se dissolve com o cosmos, as fronteiras ficam misturadas. Assim você não cria qualquer problema.

Viva, dance, coma, durma, faça as coisas tão totalmente quanto possível. E lembre-se sempre: quando você flagrar a si mesmo criando algum problema, dê o fora dele, imediatamente.” Osho, Extraído de: Ancient Music in the Pines
Carinho de Sadik!

categorias citações, Osho | No Comments »

Compartilhe!

Nesta terça, na vila madalena

terça-feira, 10 janeiro , 2012 postado por webmaster

categorias Meditação, meditação ativa OSHO | No Comments »

Compartilhe!

Desenvolvido por O Tao do site