"A meditação não é a solução para nenhum problema em particular – ela não resolve nada. Ela simplesmente o ajuda a sair da mente, a criadora dos problemas; ela simplesmente o ajuda a deslizar para fora da mente, como uma cobra desliza para fora de sua velha pele.

Uma vez que descubra que você não é a mente, a grande transcendência aconteceu. De repente, todos os problemas se tornam insignificantes e, lentamente, se evaporam. Você é deixado com uma profunda paz – um grande Silêncio prevalece. Esse Silêncio é a solução. Essa paz é a resposta. A resposta de todas as respostas."

Osho

nadabrahma

Trata-se de uma antiga meditação tibetana, originalmente feita nas primeiras horas da manhã. Pode ser feita a qualquer hora do dia, só ou com outras pessoas, mas com o estômago vazio. Ao terminá-la deve-se permanecer inativa pelo menos por quinze minutos. A meditação dura uma hora e tem três estágios.

Primeiro estágio – 30 minutos

Sente-se numa posição relaxada com os olhos fechados e os lábios juntos. Comece a emitir o som “hum” suficientemente alto para ser ouvido e criar uma vibração em seu corpo. Pode-se visualizar um tubo oco ou um recipiente vazio. enchendo-o apenas com as vibrações do som “hum”. Chegará um ponto no qual o som acontecerá por si mesmo e você apenas ouvirá. Não há nesta meditação nenhuma respiração especial e você pode alterar a entoação ou mover o seu corpo suave e lentamente se sentir vontade.

Segundo estágio – 15 minutos

O segundo estágio divide-se em duas sessões de 7 minutos e meio cada uma.
Na primeira metade, movimente as mãos com as palmas para cima num movimento circular de dentro para fora. Comece na altura do umbigo, ambas as mãos se movendo para frente se separando para formar dois grandes circulos iguais, um à direita outro à esquerda.O movimento deve ser tão lento a ponto de às vezes, nem parecer que está acontecendo. Sinta que você está dando a energia do seu interior para o universo.

Depois de 7 minutos e meio, volte as mãos com as palmas para baixo e comece a movê-las na direção oposta. Agora vêm as duas juntas em diração ao umbigo, e separam-se ao se aproximarem do corpo, indo para os lados. Sinta que você está trazendo energia para dentro. Como no primeiro estágio, não iniba qualquer movimento suave e lento que aconteça no resto do seu corpo.

Terceiro estágio- 15 minutos

Sente-se absolutamente quieto e silencioso

Nadabrahma para casais

Osho apresentou uma bela variação dessa técnica para casais.
Os parceiros sentam-se de frente um para o outro, cobertos por um lençol e segurando as mãos um do outro entrelaçadas. É melhor não usar nenhuma roupa. O aposento deve estar iluminado apenas pela luz de quatro velas pequenas e deve-se queimar um incenso especial, reservado unicamente para esta meditação.
Fechem os olhos e façam o som juntos durante 30 minutos. Depois de algum tempo é possível sentir as energias se encontrarem, se aprofundanrem e se unirem.

Desenvolvido por O Tao do site