Osho

Mestre iluminado indiano nascido em 11 de dezembro de 1931. Conhecido nos anos 70 como “Bhagwan Shree Rajneesh”, e mais tarde, “Osho”, chamava a si mesmo de “um verdadeiro existencialista”.

Insistindo em descobrir a Verdade por si mesmo ao invés de obter conhecimentos e assimilar crenças vindas dos outros, Osho destilou a essência do que é significativo para a busca espiritual do homem moderno, baseado não num entendimento intelectual, mas no conhecimento comprovado através da própria experiência existencial.

Para ele, o homem moderno estava tão sobrecarregado de tradições obsoletas do passado e ansiedades na vida moderna, que precisava passar por um processo de limpeza profunda antes de descobrir o estado relaxado e vazio de pensamentos vindo com a meditação. Assim, criou diversas técnicas de meditações ativas especialmente para os ocidentais.

“Minha mensagem não é uma doutrina nem uma filosofia. Minha mensagem é uma certa alquimia, uma ciência da transformação. Só os que estão dispostos a morrer e a nascer outra vez, passando para uma vida nova que agora não são nem capazes de imaginar… só essas poucas pessoas corajosas estarão prontas para ouvir.” Osho

Osho deixou o corpo no dia 19 de janeiro de 1990. Seus inúmeros discursos – também chamados de satsang – continuam a reverberar nos corações de discípulos e buscadores de todas as religiões do mundo, transcritos e publicados em mais de 600 volumes e traduzidos para dezenas de línguas.

Para saber mais sobre Osho, visite: www.osho.com

Desenvolvido por O Tao do site