Satyaprem

domingo, 6 março , 2011 postado por keli

“De passagem, andam propondo que você demita o seu guru. É como se houvesse a possibilidade da gota demitir o oceano. Não deixa de ser, camuflada, a elegia da egomania: “Demiti o meu guru, não preciso mais dele”. Mas eu proponho , às avessas, que você se demita. Demita-se! Você não precisa mais de você. E nesta demissão, nesta auto-demissão possível você vai ver que não tem como demitir o guru. Não tem como demitir o oceano – onde quer que você vá, você é ele.
Dissolva-se nisso.”

Satyaprem

categorias Comum | Ainda sem comentários, seja o primeiro! »

Compartilhe!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por O Tao do site