Transcendência

quarta-feira, 31 agosto , 2011 postado por webmaster

“Aprender a olhar para o próprio interior é uma experiência extraordinária. É conhecer a Verdade. Caminhos são trilhados por percursos invisíveis onde não existem rastros, não existem mapas, é como uma ave que voa no céu e percorre o vazio traçando sua trajetória que nunca é igual a de outro pássaro.

Ser homem é muito bom. Ser mulher é melhor ainda. Transcender ambos é ser “Nada”: nem homem, nem mulher. É extraordinário!

Quando você olhar para dentro de si, descobrir e entender que nós fazemos parte do Todo, você transcende, tudo muda, se transforma; novos olhos dão origem ao mais belo de toda a Existência, a visão nunca alcançada antes, o amor dos budas. Você está ligado ao Todo, onde você não é homem, nem mulher, apenas É. Nesse instante, a morte não existe. Somos imortais.”

OSHO

categorias Comum | 2 Comentários »

Compartilhe!

Deixe uma resposta

Desenvolvido por O Tao do site